Projeto Educar na 1ª infância

A escola é um lugar mágico, não é mesmo?

É nela que o indivíduo dá início às relações fora do círculo familiar e vivencia as primeiras experiências de uma sociedade. Nada é capaz de substituir as conversas, o trabalho em equipe, a contribuição dos grupos, a troca direta com os educadores, as brincadeiras e os momentos de convivência.

Além de se relacionarem com os professores, as crianças também interagem com outros adultos no colégio. E o papel de todos esses educadores, em especial na primeira infância, é primordial, além de ter vital importância para o desenvolvimento da criança.

Sabendo disso, o Mopi criou o projeto Educar na Primeira Infância.

Idealizado pela nossa coordenadora da Educação Infantil da unidade Itanhangá, Adriana Couto, o projeto visa treinar todos os adultos que não tenham formação de professor, mas que interajam diretamente com as crianças.

E por que esse treinamento é tão importante?

Leia mais: Desfralde: quando é a hora certa?

Sabemos que o educador é o mediador dos estímulos do entorno, por isso, todas as suas ações e palavras impactam de alguma forma nos pequenos. E, para as crianças, todos os momentos são especiais, seja na troca de fralda, no banho ou na hora da refeição. Cabe ao educador entender o seu papel neste momento para, assim, torná-lo especial, produtivo e afetuoso.