O que a matemática e a criatividade tem em comum?

O que a matemática e a criatividade têm em comum?

A resposta é simples: a PA de nossos alunos!

Ao longo deste trimestre, as turmas do 2º ao 5º anos estão sendo submetidas a diferentes instrumentos de pesquisa avaliativos, com o propósito de diagnosticar o seu processo de aprendizagem, possibilitando o progresso dos nossos alunos nos campos cognitivo, afetivo e social.

Um desses instrumentos trabalhados aqui no Mopi é a PA (Produção do Aluno), no qual professores e equipe pedagógica avaliam as competências e as habilidades dos nossos estudantes em relação ao conhecimento adquirido.

Nessa semana, para trabalhar a ideia de simetria na matemática, e familiarizar seus alunos com a temática, a professora Roberta propôs uma atividade pra lá de especial!

Por meio do próprio corpo humano — exemplo de simetria bilateral, na qual é possível traçar um eixo na vertical e constatar que suas metades são iguais —, ela explorou o tema com seus alunos demonstrando, na prática, a aplicação desse conceito.

Cada estudante pôde usar e abusar da criatividade, escolhendo uma figura que representasse graficamente a aplicação do conhecimento adquirido.

Foi ou não foi uma bela atividade?