Saiba como o Mopi está se transformando em meio à adversidade

Educar filhos nunca foi tarefa fácil.

Nos tempos atuais, porém, temos a sensação de que essa missão se tornou ainda mais desafiadora. Afinal, qual é a fórmula para que nossas crianças se tornem pessoas realizadas, felizes e, acima de tudo, pratiquem o bem?

Como filtrar as informações relevantes que recebemos a todo momento dos mais variados canais sobre tecnologia, alimentação, comportamento, medicalização e consumismo?

O cantinho do pensamento funciona mesmo ou pode provocar sentimentos de isolamento e rejeição na criança? Por quanto tempo é recomendado que meu filho fique conectado à internet durante o dia?

Será que ele já tem maturidade para ingressar nas mídias sociais? Quando o assunto é alimentação infantil, o que fazer para que meu filho coma mais alimentos saudáveis? São muitas dúvidas, não é verdade?

Todo esse cenário gera boas doses de culpa e ansiedade para nós, pais, que, diante de tantas inseguranças, buscamos referências para nortear o ato de educar. O Mopi, como uma instituição viva que vem se transformando ao longo dos anos, entende as dores e as delícias de ser mãe, de ser pai.

Acreditamos que nosso papel na educação das crianças e jovens vai além de oferecer ensino de excelência aliado à aprendizagem significativa. Acreditamos que, JUNTOS!, estaremos mais preparados para lidar com os desafios contemporâneos.

Como aproximar ainda mais as famílias da escola? Como promover o contato e a troca de informações entre as famílias e, assim, impulsionar o senso de comunidade? E, finalmente, de que forma posso ampliar genuinamente minha conexão com meu filho? E foi para responder a essas questões que o Mopi criou, no ano passado, o projeto JUNTOS!.

O lançamento aconteceu em outubro, com a realização de um encontro especial com Marcos Piangers. Marcos é especialista em novas tecnologias, criatividade, inovação, além de ser uma das maiores referências sobre paternidade do país.

Em 2020, o projeto ganharia ainda mais corpo, quando iniciaríamos uma série de ações e eventos com atividades que prometiam: ora muita informação, ora muita mão na massa, ora muita troca, ora muita diversão e ora tudo isso junto.

Mas, então veio o tão inesperado Covid-19.

Fechamento das escolas, criação de novas metodologias para impulsionar o aprendizado das crianças em casa, famílias precisando lidar com diversas tarefas domésticas,atividades das crianças, com o medo, angústia, saudade, isolamento social, professores se reinventando e o mundo se transformando.

De repente, tudo mudou.

Foi então que o Mopi viu a necessidade de expandir esse projeto para além dos muros da escola e além das paredes de suas casas, levando-o para o mundo. Ao se ampliar, o JUNTOS! cria um novo rosto e mais uma importante missão: ajudar na transformação de pessoas em um cenário tão delicado.

A transformação começa de dentro para fora, não é mesmo?!

E foi assim que tudo começou. Quando o mundo se deparou com algo tão novo e avassalador, nós do Mopi resolvemos parar e pensar em como  agiríamos. O nosso primeiro grande foco e desafio foi estruturar uma forma de continuarmos estimulando os nossos estudantes.

O time de especialistas pedagógico prontamente sugeriu ideias, ferramentas, metodologias e processos e iniciamos, exatos 3 dias depois do decreto de fechamento das escolas, a continuidade do projeto pedagógico de forma não presencial.

Você pode conhecer todos os detalhes dessa iniciativa e modelo, clicando aqui. 

Uma outra grande preocupação era com os nossos familiares e alunos. Como ajudá-los estando distante?  Como dar aula para os seus filhos se não podíamos estar presencialmente com eles? Como eles  lidariam com todos esses desafios em casa, sozinhos, sem a escola?

A diretoria prontamente criou uma série de ações que visavam se aproximar de pais e alunos para, assim, ajudá-los a atravessarem da melhor forma possível  esse momento tão desafiador para todos nós.

Conheça nossas ações clicando aqui.

Outro pilar explorado pela escola, nesse momento de pandemia, foi o suporte à comunidade. Como poderíamos ajudar as pessoas mais vulneráveis? E nossos colaboradores, como vamos cuidar deles? O que podemos fazer para ajudar o próximo?

Foi então que surgiram diversas ações sociais externas e internas com o foco exclusivamente no outro. O momento é de darmos as mãos e consolidar uma corrente de solidariedade e amor a fim de que os efeitos da pandemia sejam minimizados. O desejo é de que tudo isso tenha fim e a normalidade volte ao nosso dia a dia o mais breve possível.

Clique aqui e conheça o que estamos fazendo.

E por último, não menos importante, resolvemos criar eventos virtuais para levar para dentro das casas de nossas famílias, colaboradores e sociedade informações relevantes, aprendizados e dicas de como ultrapassar essa barreira tão dura em nossa trajetória.

Fique por dentro dos eventos clicando aqui.

O JUNTOS! é um projeto vivo que tem como missão contribuir para toda a sociedade. Quando compartilhamos coisas boas com o próximo, temos a oportunidade de ampliarmos essa corrente de colaboração e empatia.

E, aí, vamos JUNTOS!?