Criança pode ter rede social?

Certamente, há muitas discussões em torno do tema, não é mesmo? Quando o assunto é internet, pais e responsáveis ficam na dúvida do que fazer quando as crianças pedem para entrar nas redes sociais.

Para falar sobre o assunto, tão presente no cotidiano dessa turminha do 4º ano, a aula de Português da professora Roberta virou palco de um riquíssimo debate. Os alunos tinham como dever de casa a missão de entrevistar seus pais e registrar suas opiniões a respeito da tratativa.

O resultado dessa “aula de campo” foi tão enriquecedor e de cunho tão relevante, que resolvemos ampliar o âmbito da discussão, compartilhando aqui, na rede social, os principais ensinamentos que essa turminha nos trouxe como legado.

Afinal, informação e conteúdo só nos trazem mais conhecimento.

Se você tem uma rede social, confira abaixo as dicas dessa galerinha que já sabe como se defender!

• Evite publicar fotos íntimas suas ou de seus familiares;
• Não revele seus dados pessoais;
• Não adicione pessoas que você não conheça na sua rede social;
• Não marque encontros com qualquer pessoa (principalmente se for desconhecida) sem avisar seus pais;
• Denuncie se ver alguém fazendo bullying, discriminando ou ameaçando uma pessoa;
• Evite postar algo que você não falaria pessoalmente.

Aproveite essas superdicas e compartilhe esse post com seus amigos. Afinal, segurança e responsabilidade nunca são demais!